Estrelas do meu céu...

sábado, 17 de maio de 2014

Hoje eu só queria um abraço


Ao som de "Esconderijo", Sandy Leah

Hoje eu queria um abraço...
Um que fosse sem tempo ou lugar determinado;
Daqueles sem segundas ou outras intenções que não o encontro com outro abraço...

Um abraço que pudesse acalentar meu coração descompassado
Ou quem sabe confortar meu medo insensato (será?)
Talvez até um abraço que dissesse "não se preocupe, que estou com você"!

Mas abraços assim não se encontram nas esquinas
Ou sequer são vendidos nas mercearias...

Não!
Esse tipo de abraço deve ser ofertado...
Vir do fundo do coração - ou da boa intenção - de quem se dispõe a abraçar.

Pedir tiraria todo o sentido do encontro, ou mesmo o prazer da surpresa de um abraço bem dado.

Um abraço tem que ser conquistado!
Tem que ser dado como se se quisesse tocar os corações pelo lado de dentro
Enquanto se sente o calor e o toque do outro abraço que te envolve o corpo, como se fosse seu conhecido de longos anos...

E mesmo sabendo tudo isso, eu ainda queria um abraço...

(para esses dias frios e tristes... infelizmente ficará no sonho)