Estrelas do meu céu...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Memória tatil



Ao som de "Only when I sleep", The Corrs


O cheiro do seu corpo não sai da minha memória... percebi isso outro dia, vendo a chuva cair torrencialmente pela janela do meu quarto enquanto, sentado na cama de pernas cruzadas e meu travesseiro no colo, sentia-me  impregnado de um perfume que não era o meu... era o seu! A fragrância marinha com fundo exótico faz parte da minha pele e em cada parte do meu corpo sinto seu toque.
As gotas de chuva que caem no chão me fazem lembrar dos seus lábios molhados e do gosto do seu beijo! Minha mente começa e rodar... sinto falta de você!
Na era da informática e tecnologia, celular, internet ou redes sociais não me suprem plenamente a falta de você... me pergunto por que tem que haver distância entre aqueles que se gostam? Se é pra sentir saudade, sempre que seu corpo não está no meu, já dá saudade demais...
...
A chuva não para.  Seu cheiro recende pelo meu quarto. Meu corpo pede você!
E entre a ilusão de sentir-te em mim e ver você ao meu lado e a realidade dolorosa, abraço meu travesseiro, faço conchinha sozinho na cama e tento dormir, pedindo que a chuva leve essa solidão que me abate e me deixe apenas a alegria da certeza de te reencontrar em breve...

("chove chuva"...)