Estrelas do meu céu...

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Frase sentimental nº 18


O Cannion da terra não é capaz de se fechar para abrigar a semente do seu carinho, mas meu coração é grande o suficiente para você plantar em mim uma floresta de amor-sem-fim e fazermos, e sermos, e vivermos esse momento juntos!

(para um sentimento q brotou e se alastra, felizmente)

domingo, 26 de dezembro de 2010

Para o meu natal


Um leve arrepio acaricia minha pele e, instintivamente puxo o lençou mais para cima, tentando cobrir os braços; ele é curto e meus pés ficam descobertos. Sorrio à esse pensamento e percebendo que, mesmo sonolento, já estou desperto o suficiente para levantar. Deus vai na frente, com uma sentida oração (pelo menos eu acho que foi sentida).
A empolgação toma conta de mim de maneira crescente à medida que arrumo minha cama, passo os olhos pela escrivaninha bagunçada (pensando que hoje PRECISO conseguir deixá-la arrumada), espreguiço e estico o corpo pela quarta vez e troco de roupa (que na verdade é meu short azul de malha velho e muito confortável). Acho que uma jeans e uma camiseta vermelha caem bem hoje!
Um sorriso no rosto e um olhar de esperança se fixam em meu olhar quando passo pela sala e vejo a árvore de natal enfeitada, os pisca-piscas indiferentes à minha felicidade, acendendo mais e mais o brilho em meu peito. Apenas ver o meu cabelo pelo espelho abate um pouco essa alegria: que bagunçado ele está nessa manhã; mas nem isso vai "minar" minha felicidade: ela tem raízes muito mais profundas...
Escovar os dentes esta manhã se transformou num misto do som da fricção da escovada com o cantarolar de Jingle bells; o café da manhã foi incrível e estranhamente rápido (talvez pelo fato de eu não estar com fome ou, e suspeito ser essa a melhor opção, estou guardando espaço pra ceia no fim da noite). Lembrar disso fez com que a propaganda da Sadia (Peru de natal, peru de natal...) viesse à minha mente e as gargalhadas gostosas ecoaram pela casa deserta às 7:00 da manhã.
Ligar o computador, listar os presentes que ainda faltam comprar, lembrar os cartões que faltam escrever... todos os detalhes são revistos para não deixar nada passar em branco, na expectativa de agradar os presenteados. Faz bem ao meu coração presentear!
Saio de casa (já devidamente arrumado e deixando o pc baixar alguns videos muuuuuuuuuuuuuito importantes) e tenho minha segunda leve frustração: transito lotado, um pequeno caos de cidade de interior e nenhum lugar pra estacionar, e chuva, muita chuva! Como diz minha mãe: Natal sempre chove. Lembrei que o presente dela é o mais dificil (será que o que eu der esse ano ela vai usar?); criatividade em baixa hoje. Novo sorriso.
Entra em loja, sai de loja... o movimento não vai parar até a hora do almoço, que pra mim será às 13:00, graças a Deus; lanchonetes mais vazias. Com a "barriguinha" cheia, hora de voltar à correria de encontrar presentes de ultima hora; com o sufoco, prometo mentalmente (mais um ano) que não vou deixar isso acontecer ano que vem (e algo me diz que será uma promessa vazia, de novo, rsrsrsrs). Consulto a lista, consulto o relogio, me desespero momentaneamente, um sorvetinho de limão pra compensar... tudo me faz sorrir! Finalmente comprei todos eles e consegui deixar um dinheirinho pro chocotone... MARAVILHA!!!
Em casa, depois de comer um pedaço do delicioso chocotone com leite frio, já tarde da noite,  tomo um banho rápido e saio pra entregar os presentes dos melhores amigos, dar um abraço carinhoso e demorado, desejar um feliz natal e voltar, faltando 20 minutos para a 00:00 hora!!!
Todos em volta da mesa, luzes apagadas (apenas a árvore e o umbral iluminados com as decorações de natal), comida posta: é meia noite! Mamãe faz a prece, suas palavras me emocionam, algumas lágrimas decidem sair. Inteirados com o sentido do natal, a familia se confraterniza e deseja o melhor um para o outro... mensagens e telefonemas pra muitas pessoas após a oração!
Na ceia, a "comilança"... fartura, graças a Deus! Um modo interessante de interagir com minha irmã em BH: web cam! A familia reunida, mesmo por tecnologia... As risadas de sempre, a animação de sempre. Tudo como um natal, pra mim, deve ser.
E, sem pedir licença, o sono vem e, percebo que estou a ponto de cochilar.
- "A benção, mamãe!"
- "Deus te abençoe, meu filho! Dorme com Deus!"
-"Dorme com Deus também!"
Papai já estava dormindo; mentalmente peço a benção e sei que, de onde estiver, ele me abençoará.
Dentes escovados, roupa trocada. Antes de dormir, pra não quebrar a tradição, deixo meu sapato debaixo da árvore. Sorrio à essa atitude infantil e desejo que todas as crianças pudessem viver, como eu, aquele momento; sinto que um dia viverão, mas ainda não consigo divisar quando. Vou garantir para que meus filhos vivam isso!
Na cama, mesmo sonolento, relembro do "aniversariante" que não me saiu da mente o dia todo... tão impregnado que está em minha vida, que não consigo deixar de me entregar à esse eterno "menino Jesus", singelo e meigo, intensamente amoroso, na manjedoura do meu coração; quisera dar a ele um berço de ouro, mas minhas atitudes ainda são mesquinhas para conseguir entregar mais que poucas palhas... felizmente, nesses anos todos, ele nunca reclamou e sempre me amou!
Acalentado, desejei Feliz Aniversário pra Jesus! Entremente, desejei Feliz Natal para todo o mundo, visto que o natal, mais que presente, é mais uma data para amar sempre mais...

(para o meu e o seu Feliz Natal)

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Frase sentimental nº 17


As estrelas do céu são muito menos belas quando vejo seus olhos mirando os meus, e a vida torna-se muito mais sofrida quando sinto constantemente a ausência do seu toque em mim...

(para você que me acarinha a lembrança)

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Para dizer do meu viver - parte II

 

E descendo da escada você sorriu ao me ver
e me cumprimentou; a timidez me bateu, eu virei... sorri escondido!
E você me esperou, e eu te quiz
E você estendeu a mão, e eu te abracei... você corou!
E nós nos entendemos, conversamos... o toque...
E você satisfez um desejo e eu te quiz em meus braços... acaso?
E você esperou a minha partida,
e eu quiz que você viesse pra minha vida... ainda quero!
E eu tentei ser sedutor, e você tentou ser controlado...
E eu te prendi no meu carinho, e você me beijou, e corou mais fortemente...
E eu sorri, e você sorriu... e eu fui embora... quisera poder ficar!
E a lembrança permanece,
Assim como o desejo, e o abraço, e o gosto do beijo, e a intensidade e você na minha lembrança... naquele momento...

(para um primeiro momento especial)

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Marca musical: Eu te devoro



Simplesmente amo essa música... tem muito a ver com o meu momento agora! Deleitem-se...

Eu te devoro
Djavan


Teus sinais
Me confundem
Da cabeça aos pés
Mas por dentro
Eu te devoro,
Teu olhar
Não me diz exato
Quem tu és
Mesmo assim
Eu te devoro...
Te devoraria

A qualquer preço,
Porque te ignoro,
Te conheço,
Quando chove ou
Quando faz frio,
Noutro plano
Te devoraria
Tal Caetano
A Leonardo DiCaprio...

É um milagre,
Tudo que Deus criou
Pensando em você,
Fez a via-láctea
Fez os Dinossauros,
Sem pensar em nada
Fez a minha vida
E te deu,
Sem contar os dias
Que me faz morrer,
Sem saber de ti
Jogado à Solidão,
Mas se quer saber
Se eu quero outra vida
Não! Não!

(Repetir a letra)

Eu quero mesmo é viver
Pra esperar, esperar
Devorar você...(2x)

Viver, viver
Pra esperar você,
Quero viver
Pra esperar você,
Quero esperar você...

Eu te devoro (video) - Djavan

(Ele fez minha vida sem pensar em nada e te deu...)