Estrelas do meu céu...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Para dizer do meu viver - parte I

 A escuridão do quarto não me apavora como antes! Acho que a certeza do dia que vai chegar é mais forte em meu peito ou saber que são os objetos que dão a forma dos fantasmas...
Os fantasmas à minha volta não me assustam como antes! Acho que a certeza da vida depois da vida é mais forte em minha consciência ou que os fantasmas são criações infantis para justificar os medos incompreendidos da minha vivência...
A vida não me amedronta como antes! Acho que a certeza da beleza de viver está mais forte em meus desejos ou a percepção de que ela é o reflexo dos meus atos mais presentes em mim...
Nem escuridão, nem fantasmas, nem vida... nada me tira o sono atualmente e, mesmo assim, não consigo dormir tranquila e profundamente, sabendo que posso não dizer o que percebo, penso, sinto e amo!!!

(para um momento de insônia)

2 comentários:

Danielle disse...

Lindas palavras!
Com o tempo o desconhecido, torna-se conhecido... O invisível, visível... E os medos de outrora desaparecem pq as lacunas não existe mais (não as mesmas!).
Tente dormir tranquilamente... Você diz sim o que percebe, sente e ama!

André Pádua disse...

Um dia todos nós cresceremos, graças a deus!

Mais, realmente, as vezes é complicado viver, viver com medo não é ter uma vida muito bom, por isso o conhece-te a ti mesmo é tão importante!

Abraços fraternais