Estrelas do meu céu...

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Diálogo esperado nº 3


 Ao som de "Sentido Contrário", Isabella Taviani

- Alô? - atendo, um tanto desanimado da vida
- Quem fala?
- Com quem gostaria de falar?
- Com o seu coração... ele está? - percebo um certo carinho, algo de constrangimento em sua voz
- Desculpe, ele está fechado no momento! - respondi, pronto para desligar
- Tem como abri-lo? É urgente...
- Sinto muito, mas vai ter que esperar o momento dele abrir naturalmente. - falei, como se isso finalizasse a conversa!
- ...
- Ainda está aí? - pergunto, pelo silêncio que se fez... juro que ouvi uma "fungada" de choro
- Sim... Pode, ao menos, dar-lhe um recado quando ele abrir? - percebi o desapontamento na voz
- Posso... - disse, entediado, mas um tanto curioso
- Diga-lhe que o amo e que ele é o único que eu quero?!
Fico atônito por um momento, mas...
- Ei... não desligue! Espere um pouco... ele te receberá IMEDIATAMENTE! - disse entre lágrimas e sorrisos.
- Por que mudou de idéia? - perguntou entre aliviado e feliz.
- Você acabou de dizer a senha que ninguém foi capaz de dizer... e, por isso, ele também será unicamente seu para sempre!

(... a saudade aperta tanto...)

3 comentários:

André Pádua disse...

Lembrei de mim agora, um post simplista que demonstra muito amor e saudade hehehe. Amigo, alguém está batendo na portinha do seu coração, quem é seu nome? kkkkk

Alexandre disse...

Toc...toc...toc...
Puxa, tiro certeiro! Muito bem escrito. Diálogo perfeito....ainda, ao som de Isabella. Adorei!

PauloSilva disse...

Infelizmente não nos ensinam a amar, logo, não serei eu a tentar. Abraço.