Estrelas do meu céu...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Quando o tempo não para II


Ao som de "Our king of love", Lady Antebellum

E os sonhos se foram sem dizer adeus ou pedir permissão, como eu esperava que fizessem um dia. E com eles foi-se embora meu coração, e ficou um vazio estranho... estranho como pareceu que o tempo parou, na verdade!
Mas assim como se foram, de repente voltaram, e trouxeram consigo a esperança para acalentar esse coração que ficou vazio e incompleto.
Acho que vejo a certaza de um futuro bom... finalmente!

(a vida sempre me surpreende)

3 comentários:

Pedacinhos de mim disse...

Adorei, gosto de te ver com a força de acreditar num novo amanhã, revejo-me demais nestes teus textos e para mim este foi uma surpresa bastante agradável. Abraço amigo :)

Cleber Eldridge disse...

Acho que ninguém é capaz de viver sem sonhos, ninguém!

Eder Fabricio disse...

Fico contente Éverton. Um homem sem sonho é um homem entregue.
Belas palavras.
Abraço