Estrelas do meu céu...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Em busca


Tudo me parece difícil ultimamente... acho que me deixei abater pelo cansaço.
Não aquele cansaço saudável, de quando se exercita muito ou se tem várias ocupações; um cansaço de vida, um cansaço de desejar e não conseguir, um cansaço de não conseguir e não querer desejar mais, um cansaço de ter e não ser, um cansaço de ser o que não se é em realidade, um cansaço de não conseguir ser o que se gostaria...
Quando foi que me perdi de mim? O que estava fazendo que era mais importante que eu?
Mas não se preocupem; não faço o tipo suicída. Passou a muito tempo minha crença de que a morte pudesse resolver os problemas (ela nunca pôde e, aliás, sei o que me espera do outro lado). Contudo, ainda preciso descobrir onde está a chave da minha força interior, para finalmente me libertar dos grilhões que me impus, saberá Deus quando, e seguir a diante, pela estrada que me levará para uma felicidade plena.


(curtindo um momento de depressão que logo passará, tenho certeza)

Um comentário:

Ana disse...

Uso sua frase "O que estava fazendo que era mais importante que eu?"
Estava fazendo o que não tinha nada a ver comigo, para ocupar meu tempo e tentar fugir de mim mesma...