Estrelas do meu céu...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Sendo um menino sapeca implicito... rsrsrs


Há algumas semanas recebi esta definição de um amigo e refletindo sobre ele, achei bastante divertido. Em nenhum momento tinha me visualizado como um "menino sapeca implicito", mas achei bastante oportuno, pelo menos na fase atual da minha vida...
E como é bom poder saber que sou sapeca às vezes (quando quero, principalmente); não no sentido de travessuras maléficas ou perigosas, mas um sapeca do bem, que constrange as pessoas a sorrirem, falarem o que realmente desejam falar, ficarem rubras e excitadas com as falas, gestos, sorrisos, olhares e tudo quanto é estímulo sensorial que sugiro para ficar mais fácil a soltura dos desejos!!! Estar sapeca tem seu lugar na vida e desafio meus leitores a dizerem o contrário, pois acredito que todos o são, mesmo que minimamente...
Também é bastante interessante ser implicito em muitas situações. Gosto de um bom mistério, principalmente se esse mistério é o que os outros acham da minha vida e do meu fazer na vida... é divertido perceber que as pessoas estão me observando com mais cuidado e ficando cada vez mais em dúvida se tudo o que eu faço é meu em realidade ou se é uma personagem criada para aquele momento, para aquela situação...
Agora, imaginem o que é ser ambos ao mesmo tempo: sapeca e implicito? Nossa... tudo o que eu poderia querer!!!! É claro que estou preparado para a contrariedade que vou causar, mas... como diria uma amiga: "morro de dó, mas nem ligo"! E o não ligar não é sinal de dar pouco importância ao outro e sim não ligar para os fingimentos e pseudopudores que os outros mostram e que não dizem em realidade o que verdadeiramente sentem; entre a mentira e o que faço, ficarei sempre com o que faço.
... (deu branco... kkkkkkkkkkkk... normal nos momentos sapeca e implicitos...)
Ser sapeca, ser implicito... tudo uma questão de ponto de vista, claro. Não nego que o seja, porque gosto de me pensar assim. Não afirmo que o seja porque precisaria de mais que alguns simples olhares e sorrisos para realmente ser um mistério total...contudo, vou continuar! Tenho me divertido dessa maneira e causado risos; quando o ser implicito deixa de ser interessante, passarei a ser explicito e, ai sim, assustar muitos que não esperam pelo meu eu real!!!

(mais um momento "sapeca implicito"... rsrsrsrsrsrs... o Breno vai gostar... kkkkkkkkkkkkkk)

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito divertido isso , adorei :P
você sempre surpreendendo os leitores né amigo ?
sucesso!

Douglas Klein

Breno disse...

Ah... para falar a verdade esse não me agradou muito não cara. Mas acredito que possa melhorá-lo né.
Hehehe

Anônimo disse...

Hello trata-se a 3ª vez que vi a tua página e adorei tanto!Espectacular Trabalho!
Adeus

Caleidoscópio (Danielle) disse...

Saudade boa e, ao mesmo tempo,incômoda (paradoxal, eu sei!) que senti ao ler seu post. Acho que sempre o vi desta forma: "um menino sapeca implícito" e acrescento ~> CENTRADO. rsrs!
Dizia-me verdades que não queria ouvir, mas a sua voz carregava uma leveza tão sincera que era impossível ficar irritada.
O 'Sapeca' que me jogava para o ar (literalmente) nas aulas de Psicomotricidade Relacional e como sou explicitamente arteira caía na diversão sem pudor.
Muitas boas lembranças... Suas palavras são assim tocam lugares que havíamos esquecido e/ou pensávamos que nem existiam.
Lindo!!!