Estrelas do meu céu...

terça-feira, 27 de julho de 2010

O luto


O luto é um fenômeno estranho,
De saudade e despedida ao mesmo tempo...
E quanto mais se vivencia esse momento,
Mais acumulada a saudade vai sendo...

Mais lembranças trazidas à tona (boas e ruins),
Mais queremos que a pessoa à nossa frente fique aqui, num mundo que não é verdadeiramente o nosso,
Mais duvidamos, em quase todos os casos, da sabedoria de Deus...

O luto é um fenômeno estranho,
De entrega e trauma ao mesmo tempo...
E quanto mais se espera que o tempo passe,
Menos ele parece que corre...

É porque o tempo (ou a sua percepção) é sábio,
Dá aquilo de que precisamos,
E por mais que o peito doa e arda,
É na lentidão da dose homeopática que as cicatrizes virão!

O luto é um fenômeno necessário,
Para que a dor e a saudade sejam amenizadas...
E por mais que jamais sejam transformadas,
Com certeza serão suportadas...

(recentemente para meu primo, mas para todos aqueles que figuram meu coração e já estão na pátria espiritual... que Deus os ilumine sempre)

Nenhum comentário: